domingo, 4 de julho de 2010

Idas, vindas, partidas, retornos.




Tratando de coração, encontro o meu em situação embaraçosa. Um mix de sentimentos volta a me perseguir, me colocando, mais uma vez, frente a frente com a razão.
Qual razão? Me pego tentando concretizar.
Mas já dizia nosso velho e sábio Renato Russo: "E quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração?"
É, razão e coração não teêm seguido diretamente proporcionais.

Um alguém se vai, outro vem.
Um alguém não quer, outro quer.
Quem se vai, inesperadamente volta. Volta e não fica.
Quem está, não deveria.
Quem não está, deveria.

E nessa complicada mistura de sentimentos, eu vou tentando me encontrar.
Eu só quero paz e nada mais.

3 comentários:

  1. A vida é assim mesmo. nem a própria razão sabe o q sentimos de verdade. te acalma. o melhor é o q vai ser. "deixa ser, como será?" como diz LH. na verdade mesmo, dê muita risada disso. é a melhor coisa a se fazer. acalma também,viu? beijo. sempre é o q é pra ser. independente de tempo, pessoa e espaço. adoro vc!

    ResponderExcluir
  2. "Tratando de coração, encontro o meu em situação embaraçosa. Um mix de sentimentos volta a me perseguir, me colocando, mais uma vez, frente a frente com a razão."

    Incrível ver que isso é tão comum. Super me identifique também com essa tua situação.

    Aaah, a vida! E essa "puta" razão também, que só nos confunde mais ainda.

    Beijos, linda!
    Se cuida ;)

    ResponderExcluir
  3. Muitíssimo bom isso aí... Parabéns!

    ResponderExcluir